12/06/2011

Prosa de Violeiro(a): Bruna Viola.

Ela é considerada por muitos a melhor violeira do Brasil. Sua beleza, simpatia e acima de tudo seu talento encantam a todos que vêem Bruna Viola executar as dez cordas da viola caipira. Veja a partir de agora a entrevista cedida pela “Violeira Universitária” ao nosso quadro Prosa de Violeiro (a).




Zona da Viola: Independente do estilo musical que a pessoal vai seguir, o interesse pela musica geralmente começa muito cedo. Você é fã declarada do grande Tião Carreiro, gostaria que você nos conta-se como e quando você começou a gostar de moda de viola. E se além do sertanejo tem algum outro estilo que você simpatiza?

Bruna: Eu nasci em Cuiabá-MT, e como todos sabem aqui é terra de muitas fazendas de gado.Meu bisavô materno sempre foi fazendeiro e eu me criei freqüentando o campo.Lá eu ouvia com ele, meus tios e os peões, muitas músicas de várias duplas antigas, mas eu me apaixonei mesmo foi por Tião Carreiro e Pardinho.Quando eu ouvi aquela viola e a sua voz grave cantando Pagode em Brasília, o som da viola entrou em minhas veias, e foi como se já tivesse ouvido aquele som antes.Então aos dez anos eu pedi à minha mãe uma viola.Gosto de quase todos os estilos musicais, pois meus avós maternos e tios são músicos e aprendi a gostar da boa música, de preferência o que não fere meus ouvidos.

Zona da Viola: Você toca de um jeito muito diferente, uma característica que vejo em suas apresentações é o ritmo mais acelerado das musicas em comparação com as versões originais e você também não para um minuto no palco, mesmo estando com a viola no peito. Com isso você ficou conhecida como a “Violeira Universitária”. Você acredita que as adaptações ao estilo do novo sertanejo é a melhor forma dos hinos da musica sertaneja raiz não serem esquecidos pela nova geração?

Bruna: A melhor forma de não deixarmos a viola ser esquecida,é fazer com que os jovens universitários,como eu sintam orgulho em dizer que gostam de moda de viola.Meu estilo arrojado de tocar viola, acredito que seja por eu ter absorvido de tudo um pouco que se ouve na atualidade em termos de ritmos, acabei transportando isto para a viola e criei minha própria digital como violeira. No início chocou com o tradicional, mas eu sou a favor da inovação para não deixar morrer a tradição.

Zona da Viola: O começo da carreira de musical geralmente não é fácil para ninguém. Falando um pouco sobre você, nos conte como foi para uma menina de penas 11 anos subir nos palcos e tocar moda de viola, coisa que geralmente às pessoas associam a dois homens “carrancudos”. Houve algum tipo de preconceito sobre isso?

Bruna: Graças a Deus e Nossa Senhora, sempre tive o apoio de todos os artistas e mídias de todas as regiões do Brasil. Isto foi para mim sempre um incentivo a mais para fazer um bom trabalho e com muito mais responsabilidade.

 Zona da Viola: Qual foi o momento que você percebeu realmente que estava trilhando a carreira certa? Aproveitando a deixa comente sobre sua participação na novela Paraíso.

Bruna: Na verdade eu só tive consciência de que meu trabalho estava sendo bem aceito, por meio dos milhares de fãs do orkut, msn e pelos comentários favoráveis elogiando meu trabalho, em meus vídeos no youtube. Comecei a ganhar vários prêmios e troféus, como Artista Revelação e Destaque, Prata da Casa pelo SESC de São Paulo, quando saí na Folha de São Paulo, e no ano passado quando participei do Festival Nacional de Viola, VOA VIOLA, e fui a violeira mais votada para fazer o show em Brasília no Teatro Nacional, e pude realizar também meu sonho de cantar o hino dos Violeiros, Pagode em Brasília e ser aplaudida pela platéia em pé, na própria Cidade de Brasília.Com a presença de Grandes nomes da música de viola, como Renato Teixeira, Chico Lobo, Roberto Correa entre outros.A Participação na novela Paraíso na Rede Globo de Televisão, também serviu para alavancar minha carreira, então minha mãe começou a me ajudar na produção dos shows, e contratações de músicos capacitados para fazer parte da minha equipe, e atender à demanda de shows pelo Brasil.

Zona da Viola: Todo mundo quer saber... Quando os fãs da Bruna Viola serão contemplados com um CD / DVD Ao Vivo? Há alguma previsão ou um projeto sobre este tipo de trabalho?

Bruna: Já gravei dois CD’s em dois anos, o primeiro que se chama “BRUNA VIOLA, RESGATANDO RAÍZES”, com 11 musicas de viola, cantadas e instrumentais, e o segundo trabalho que se chama “BRUNA VIOLA,SÓ PRA FICAR NA MODA”, com 10 músicas no estilo sertanejo universitário. O DVD é o próximo projeto que se Deus quiser vou realizar em breve.

Joguinho Rápido:

Zona da Viola: Uma Paixão fora a viola?

Bruna: Atualmente estou apaixonada pelo curso que faço de Medicina Veterinária, adoro animais, principalmente cavalos.

Zona da Viola: Um momento marcante na carreira?

Bruna: Foram vários momentos marcantes em minha vida.Mas quando pedi à minha mãe para me levar para participar no 4º Encontro de Violeiros de Poxoréu aqui no Mato Grosso, e puder conhecer e tocar ao lado de Carreiro e Carreirinho, Inezita Barroso, João Mulato, Cacique e Pajé, Zé Mulato e Cassiano.Foi o dia em que eu disse a mim mesma, ”Vou ser Violeira mesmo!” Em nome desses artistas que estão aqui hoje e dos que já se foram, vou levar a música caipira às gerações futuras e ei de fazer eles gostarem de ouvir o som da Viola.

Zona da Viola: Uma mania?

Bruna: Tomar tereré o dia inteiro,rsrsrs

Zona da Viola: O maior sonho que ainda será alcançado?

Bruna: Levar a Viola ao exterior em nome do nosso país, o Brasil!

Zona da Viola: Alguma decepção?

Bruna: Graças a Deus até hoje, só tive alegrias.Minha mãe sempre me preparou muito bem para saber lidar com as decepções, se tive acabei transformando em experiência de vida, que nem me lembro mais.Ela me ensinou a não alimentar expectativas em torno de minha carreira, e seguir sempre com humildade e transparência.Ela sempre me diz que a gente atrai o que emana, por isto me considero uma pessoa abençoada, tenho boas referências de família, e isto é fundamental para o sucesso em qualquer carreira.

Zona da Viola: Maior conquista?

Bruna: Minha maior conquista ainda está por vir, o Diploma de Medicina Veterinária.

Zona da Viola: Um ídolo que não seja um famoso?

Bruna: Meu avô materno, Benedito O. Villas Bôas, hoje com 81 anos, ainda canta com voz de rapaz. Quero tê-lo por muito tempo perto de mim, se Deus quiser.

Zona da Viola: Antes de terminarmos quero lhe agradecer por nos atender, e como é de costume gostaria que deixa-se um recado ao pessoal que acompanha o Zona da Viola e para quem está começando a dar os primeiros passos com a viola.

Bruna: Eu é que agradeço pelo carinho e atenção. Para quem está começando a tocar viola, deixo um recado: A Viola é que nem mulher, tem que ser tratada com muito carinho, e tocada pertinho do coração.Ela não gosta de ficar abandonada num canto, sem atenção.Abraça ela todo dia, que você só terá alegria e satisfação.
Aos inter nautas que visitam o Zona da Viola, deixo meu muito obrigada e vou dizendo:

“QUEM NÃO GOSTA DE VIOLA, BRASILEIRO BOM NÃO É... CHORA VIOLA!”
     
Acesse o Site Oficial Bruna Viola!  


É isso ai Zoneiros queridos. Continuem ligados no Zona da Viola!


Abraços! 

Um comentário:

  1. Poxa vida! Eu estava procurando moda de viola no youtube e sem querer achei vc..Rs.. Sou Cristão evangelico, nascido e criado na roça.... Atualmente estou morando em Anchieta-ES. Amo o som de uma viola, viu!? Ja me tornei seu fã, ta? Você dá um show na viola e canta muito...Você precisa vir fazer um show em nossa cidade de Anchieta-ES. PARABÉNS E SUCESSOOOO, BRUNA!!!! bjos! Com Deus!!! God bless your life!!! Good luck... Att: Ezequiel de Andrade, Facebook : http://www.facebook.com/ezequiel19812009

    ResponderExcluir